top of page

Caminhando juntos. As várias realidades organizacionais da Mariápolis Ginetta se encontram.

Atualizado: 10 de ago. de 2023

Na quarta-feira dia 02/08 os responsáveis pelas diferentes realidades organizacionais presentes na Mariápolis Ginetta se encontraram para um momento de diálogo e de co-interesse. O intuito desta e de outras reuniões nesta esfera, é crescer juntos, bem como propõe o Papa Francisco quando fala do caminho sinodal * o qual abrange todos os aspectos da vida humana, portanto também o âmbito do trabalho, na perspectiva da comunhão e da fraternidade.



Estavam presentes: Iris e Ronaldo (co-responsáveis pela Mariápolis Ginetta), Sarita representando o Centro Mariápolis Ginetta, Leila (Centro Vita e Igreja de Jesus Eucaristia), Edson e Marcelo (Editora Cidade Nova), Adriana, Sonia e Ademir (Espiga Dourada), Deise Prestes de Lara (Polo Industrial Spartaco), Sérgio e Deise Rosa (SMF) e Goretti (Instituto Sophia ALC).


Primeiramente, Iris e Ronaldo sugeriram um breve vídeo de Maragaret Karram (atual Presidente do Movimento dos Focolares) onde fala sobre o que é para ela viver a unidade. O vídeo está disponível neste link: Margaret Karram: como eu vivo a unidade? - YouTube


Com esta base e desejo por parte de todos de construir sempre mais a unidade, a reunião seguiu com 10 minutos disponíveis para uma breve apresentação feita pelos responsáveis de cada realidade, incluindo os pontos mais recentes pertinentes à organização representada.


Uma ideia por exemplo, seria utilizar o espaço que a Espiga Dourada oferece para apresentar as várias organizações (incluindo a Igreja de Jesus Eucaristia), em modo de painel digital. Assim os clientes e visitantes poderiam conhecer mais sobre a Mariápolis bem como sobre as diferentes realidades aqui presentes.


Leila Ferreira, representando a Igreja de Jesus Eucaristia comentava que a participação ativa e constante do Conselho Gestor tem sido fundamental para levar em frente os vários aspectos com todas as demandas e oportunidades que a Igreja apresenta. É crescente o número de participantes nas celebrações e de pessoas que querem ajudar de uma forma ou outra, o que é motivo de muita alegria e alento para todos.


Quanto ao Centro Vita (Centro de Audiovisuais), Leila fez um breve resumo da situação atual explicando sobre o impacto e desafios postos pelas novas mídias sociais em relação ao trabalho desenvolvido pelo Centro Vita. Por exemplo, as mídias físicas são menos utilizadas enquanto cresce o consumo de materiais através dos novos meios como spotify, podcasts, etc. Por outro lado, surgiram também neste período parcerias que permitiram dar continuidade às atividades enquanto se contemplam novas ideias sobre como otimizar o trabalho.


Sarita, responsável pelo Centro Mariápolis Ginetta, compartilhou belas notícias sobre o interesse sempre crescente de grupos, escolas e Instituições em alocar o espaço e utilizar o CM para seus eventos. Tudo isto tem valor triplicado, considerando o período da pandemia que atingiu a tantos, também o Centro Mariápolis.


Esta possibilidade de conhecer mais em profundidade as conquistas e desafios de cada realidade foi muito importante para poder “sentir com o outro”, entender as situações e pensar coletivamente nas soluções e oportunidades que possam servir e beneficiar a todos.


A proposta é que este encontro aconteça mais vezes durante o ano e que as ideias que forem surgindo em termos de colaboração mútua, possam se desenvolver entre uma reunião e outra, buscando todas as formas para interagir e crescer juntos.


Seguem as impressões de algumas pessoas presentes na reunião:


"Acredito que a ideia de estarmos mais próximos uns dos outros e ajudarmo-nos reciprocamente é muito necessária. Nosso primeiro encontro foi excelente, pois tivemos a possibilidade de conhecer mais em profundidade as atividades que fazemos, dificuldades, desafios e propostas para o futuro. Penso que caminhamos em direção a uma nova etapa".

Maria Goretti Reynaud Rodrigues - Responsável pelo Projeto Sophia ALC - Brasil


"Para mim este momento foi um marco para o avanço da missão da Obra (Movimento dos Focolares): que todos sejam um. A abertura à realidade da outra entidade e a possibilidade de atuar em sinergia são conceitos aos quais miramos sempre mais em vista de um trabalho e vivência no âmbito da fraternidade, co-governância e da unidade".

Sérgio Previdi – Diretor Executivo da SMFocolari


“Partilhar essa experiência com as demais realidades da obra nos faz ter um olhar de comunhão com todos, pois estamos tão imersos no dia com a nossa realidade que muitas vezes nos esquecemos como juntos somos mais fortes. Sinto que é uma semente de algo muito grande, além de sentir que caminhamos juntos”.

Deise Prestes de Lara - Gestora Administrativa/Financeira do Polo Industrial Spartaco


“Foi um momento para conhecermos mais uns aos outros, compartilhando as dores e as alegrias atuais e alguns projetos futuros. Fazer parte desse primeiro encontro me permitiu nos enxergar ainda mais como uma única família, um caminho necessário para ampliarmos a nossa visão e sensibilidade para potenciais parcerias estratégicas, tanto na perspectiva de projetos futuros quanto nas trocas de experiências em questões mais operacionais e técnicas do dia a dia. Viver mais uns pelos outros também nos ambientes organizacionais está no nosso DNA, pois deste modo geramos muito mais do que sinergia, geramos unidade".

Marcelo Totty - Coordenador Executivo Editora Cidade Nova


==============


313 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page