top of page

Projeto Wings of Unity - Asas da Unidade - chega à América Latina

Atualizado: 5 de jul. de 2023

A Mariápolis Ginetta ainda respira os ares da visita do Dr. Shomali e sua comitiva. Neste artigo, publicamos a experiência de Roberto Catalano, focolarino italiano que trabalha em prol do diálogo inter-religioso e acompanhou o grupo.


"Então, aqui estou eu no Brasil. O verdadeiro motivo desta viagem é acompanhar aqui na América Latina o Prof. Mohammad Shomali e sua delegação de muçulmanos xiitas com quem, desde 2016, iniciamos o projeto Wings of Unity. As duas paradas são: no Brasil, onde também desembarco pela primeira vez, e em poucos dias, na Argentina, para onde volto depois de doze anos.


Com habitantes da Mariápolis Ginetta e alguns convidados de Vargem Grande Paulista e região - com a presença do Prefeito de Vargem Grande Paulista Josué Ramos e a Primeira Dama Sueli.


O ponto de encontro desses momentos são as duas cidadelas dos Focolares neste continente: a Mariápolis Ginetta, e depois a Mariápolis Lia, nos pampas da Argentina.


Chegamos à Mariápolis Ginetta, que aguardava ansiosamente este primeiro encontro com o mundo muçulmano e especificamente com o mundo xiita. Um grupo trabalhou na organização dos programas para estes dias. Com eles, nos dois dias anteriores à chegada de nossos irmãos e irmãs muçulmanos, definimos alguns detalhes. Eles trabalharam bem, com atenção e senso de diálogo. Sou muito grato a cada um pelo que fez e como fez. Com eles se estabelece uma relação calorosa e fraterna.

A chegada do grupo muçulmano proveniente de várias partes do mundo (Europa, Canadá, América do Norte e Argentina) já é muito significativa. O professor Shomali dirige algumas palavras a cerca de trinta pessoas que estão no Centro Mariápolis para uma conferência. Uma pessoa de Brasília me conta que se emocionou e teve a impressão de ter se elevado espiritualmente com aquelas poucas palavras.



No dia da chegada visitamos os lugares iniciais deste centro dos Focolares e conhecemos a figura de Ginetta Calliari, pioneira e profetisa desta espiritualidade no Brasil. Como sempre, fico impressionado com a forma como esses irmãos e irmãs percebem a mão de Deus nas coisas, nas pessoas e nas situações.



Um momento sagrado foi a missa na igreja (Igreja de Jesus Eucaristia), construída no alto do morro sobranceiro ao centro. Eles participam com muito recolhimento e são acolhidos com carinho e reverência por uma igreja quase cheia (uma segunda-feira, dia de semana!). A Santa Missa, celebrada por Dom Biasin, bispo emérito que participa nestes dias de diálogo, é muito significativa.


De fato, por acaso (se é que podemos falar de um caso), a primeira leitura fala de Abraão e do chamado que Deus lhe dirige, prometendo-lhe tornar-se pai de uma miríade de descendentes. Don Biasin se conecta sabiamente a esse episódio, lembrando que Abraão é nosso pai comum e conclui com as palavras do Papa Francisco, pronunciadas em Ur dei Chaldeans, lembrando Abraão. Um momento de profunda espiritualidade. Muitos, após a missa, desejam saudar o grupo e todos já se sentem parte uns dos outros.

Dr. Shomali e Dom Biasin

Terça-feira, dia 27 de junho é o dia chave desta estadia. Dia pleno, profundo, com uma presença constante de uma dimensão espiritual elevada. De manhã ao fim da tarde, realiza-se uma conferência para compartilhar a experiência do Projeto Asas da Unidade (Wings of Unity), iniciada em 2016 na Universidade Sophia de Loppiano com a colaboração do Centro para o Diálogo Inter-religioso dos Focolares. A experiência já se espalhou na África, na Mariápolis Piero em Nairobi e na Suíça no Centre de Rencontre em Montet, mas também na Mariápolis Luminosa em New Jersey.


O dia foi repleto de palestras sobre aspectos específicos do Islã e do Cristianismo. Em particular, há um foco na oração e a experiência de Wings of Unity é comunicada em muitas vozes. Podemos definir este dia como 'evangelização comunitária'. Estou impressionado com esta comunicação de boas novas (a experiência de unidade entre muçulmanos e cristãos) a cristãos católicos que ficam profundamente tocados. É um verdadeiro testemunho. Uma verdadeira missio cum gentibus (missão comum). Todos nós experimentamos o poder e a riqueza dessa experiência que já está bem estabelecida.




Isso é confirmado pela noite com muitos habitantes da Mariápolis Ginetta. Cerca de cem pessoas participaram presencialmente, enquanto eram 170 os pontos* conectados via streaming. Cerca de duas horas de reunião após o jantar, após um dia atarefado. Mas, o envolvimento era total. O momento decisivo é a intervenção do Dr. Shomali. Ele narra o seu caminho no diálogo, que já dura 25 anos e que exigiu paciência, prudência, capacidade de discernimento para captar os sinais dos tempos e os desígnios de Deus.


* O vídeo do encontro de terça-feira dia 27/06 conta com 1100 visualizações.




Mohammad Shomali fala da sua experiência, mas talvez nunca como hoje, senti que trata-se de um patrimônio comum. É sobre a sua vida, a dos muçulmanos que o seguem, mas também é a minha, a nossa e de todos aqueles que, desde o início, acreditaram nesta amizade espiritual que está oferecendo um testemunho poderoso, para além das pessoas que a vivem. Isso é confirmado pelas impressões que alguns compartilharam no final do dia. Eles falaram de ter experimentado o momento mais bonito da vida, de ter alcançado a experiência espiritual mais profunda já vivida. E não são palavras. Quem compartilha são pessoas diferentes: jovens e idosos, uma mãe sobe ao palco com sua filha pequena nos braços e fica profundamente emocionada. Algumas pessoas consagradas me dizem que descobriram um sentido em sua vida entregue a Deus e que se arrastava há algum tempo com certa indiferença.


É a confirmação, como Mohammad Shomali frequentemente repete, de que o testemunho de Deus dado em conjunto é mais poderoso do que aquele que pode ser oferecido individualmente".



Por Roberto Catalano, tradução e adaptação Comunicação Mariápolis Ginetta

===============================

Sobre Dr. Mohammad Ali Shomali

Hujjat al-Islam Dr. Mohammad Ali Shomali é formado pelos Seminários Islâmicos de Qum, Irã. Depois de concluir seu bacharelado e mestrado em filosofia ocidental na Universidade de Teerã, ele obteve seu doutorado em filosofia pela Universidade de Manchester. Atualmente é o diretor fundador do Instituto Internacional de Estudos Islâmicos em Qum.

Ele também é o diretor fundador do Risalat International Institute, que se dedica ao desenvolvimento de currículo islâmico e treinamento educacional, entre outras iniciativas. Ele conduziu vários cursos e seminários educacionais islâmicos em mais de 30 cidades em quatro continentes.

O Dr. Shomali é o editor-chefe de duas revistas: Message of Thaqalayn: A Quarterly Journal of Islamic Studies e Spiritual Quest: A Bienal Journal of Ethics and Spirituality.


Seu interesse e participação no diálogo inter-religioso nos últimos 20 anos o levaram a compartilhar painéis com figuras-chave nos EUA, Canadá, Itália, Alemanha, Suíça, Áustria, Grécia, Suécia, França, Polônia, Cazaquistão, Geórgia e Filipinas.

261 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page