top of page

Congresso Nacional das e dos Voluntários de Deus acontece com a felicidade do reencontro

Um carnaval diferente aconteceu na Mariápolis Ginetta neste ano de 2023 com a presença de 500 voluntários e voluntárias. Este é o 1º congresso nacional após o isolamento social.



Dias históricos foram vividos por 350 voluntárias e 150 voluntários de Deus de todo o Brasil que se reencontraram na Mariápolis Ginetta, em Vargem Grande Paulista (SP), para o Congresso Nacional nos dias de Carnaval, entre 18 e 21 de fevereiro.

A vibração e felicidade vivida pelos participantes pela possibilidade de estarem juntos após o isolamento social vividos nos últimos anos foi transparente e gerou momentos de diálogos profundos sobre temas pertinentes para a vida dos integrantes do Movimento dos Focolares, como a configuração do Movimento, o amor entre as famílias, o impacto da oração e a relação entre comunicação e política.

Com a presença ilustre dos responsáveis internacionais do setor das e dos voluntários, Fanny e Juan Ignácio, o congresso nacional foi transmitido pela live da webTV Tropicana e a seguir você confere alguns destaques diários dos quatro dias de evento.


Primeiro dia

Após as canções, os abraços de reencontro e a memória daqueles amigos que partiram do plano terrestre nos últimos anos, o pontapé inicial para os quatro dias de evento foi dado com o tema oração pelo vídeo da atual presidente do Movimento dos Focolares Margaret Karram com o título Vida interior e oração. Para a presidente, “a oração é um combustível para nossas atividades, sem ela a vida não existe. O corpo pode jejuar, a alma não”.


Certamente não poderia faltar um apanhado geral de informações das 9 regionais do Brasil. E no mesmo sentido, o Projeto Brasil foi recordado na parte da tarde por Márvia e Aurélio, responsáveis nacionais dos Focolares, que evidenciaram a importância do projeto para a história do movimento. O Projeto Brasil foi iniciado em 2015 no país, com a finalidade de transformar o Brasil numa única região, com foco no contato com os mais vulnerabilizados e na construção da Unidade: a primeira grande missão à qual o Carisma da Unidade inspira.


Segundo dia

O tema família foi o cerne deste dia. Certos de que a unidade deve existir em todas as relações sociais, foi recordada a importância de abraçar e estar ao lado de todas as famílias sem distinção, amar a todos na mesma medida, sejam casais de primeira união, de segunda união, pais cujos filhos têm outras orientações sexuais.

Foi recordado inclusive que atualmente existe um grupo no WhatsApp chamado “Não deixar ninguém sozinho”, direcionado para o diálogo entre famílias com filhos de diferentes orientações sexuais.



Terceiro dia

As diferenças políticas foram levantadas para o diálogo no terceiro dia do congresso nacional. Lucia Fronza, através da plataforma Zoom, falou sobre o diálogo na política. Lucia partilhou de suas próprias experiências e orientou formas de como buscar o diálogo na diversidade de

pensamento.

“O importante é ver no outro uma pessoa e não uma ideia que preciso combater”, disse Lucia, “devemos aplicar a arte de amar ao diálogo”, completou. Para concluir, alguns Voluntários e Voluntárias puderam fazer perguntas, às quais Lucia respondeu com muita sabedoria e simplicidade.

Também ao longo da tarde o tema política foi tratado, desta vez ao lado da comunicação. ao lado de Airam Lima Jr. e Marconi Aurélio, o jornalista e editor-chefe da Editora Cidade Nova Luís Marques propôs algumas ideias fundamentais sobre o que desfavorece e o que favorece uma comunicação dialógica, com destaque para algumas recomendações sobre como identificar Fake News.

E o dia encerrou com festa! Após a missa, houve música, dança, muitos papos e confraternização.


Quarto dia

Foram poucas as horas que estiveram reunidos e reunidas no quarto e último dia de encontro. Neste pequeno espaço de tempo, a reflexão “Alegrias e dores da Obra (Movimento dos Focolares)” de Jesús Morán foi lida aos presentes, por meio da qual ele fala aos voluntários de Roma (Itália) sobre a identificação do papel que os e as voluntárias desempenham nos Focolares hoje.

Segundo Jesús, são eles e elas as pessoas capacitadas para resgatar a razão de ser do Carisma e encarná-lo sendo resposta aos anseios da humanidade. “A crise é uma oportunidade”, afirmou Morán.




Por Cibele Lana - Focolares oficial

64 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page